• Rogerio Frutuozo

Dicas para iniciar seus investimentos

Atualizado: 3 de Jun de 2019

Começar a investir é mais fácil do que muitos imaginam. Você pode iniciar a partir de R$ 30,00

Investir é o primeiro passo para a liberdade financeira, deve se iniciar quando não existem dificuldades no orçamento, por isso o primeiro passo antes de investir é avaliar sua base orçamentária e identificar sua receita (recebimentos) e despesas.


Quando é feita uma análise da sua Base orçamentária só podem ocorrem três cenários:

1. Minhas despesas ultrapassam meus recebimentos;

2. Meus recebimentos são suficientes para bancar minhas despesas, porém não há sobra;

3. Minhas despesas são menores que meus recebimentos.


Considerando estes cenários sugerimos as seguintes ações para se tornar um investidor mais qualificado:


No caso de estar no cenário em que suas despesas ultrapassam seus recebimentos ou no cenário que não sobra para investir é necessária uma revisão da sua Base orçamentária para que você priorize o que é mais importante e deixe de gastar com possíveis supérfluos. Muitas vezes vale mais a pena não gastar com algo que dê prazer imediato em prol de um BEM maior! Por isso é importante ter um propósito financeiro para motivá-lo, por exemplo: vou gastar menos R$ 50 por semana comendo fora pra no final do mês economizar R$ 200, investir no Tesouro para daqui a um ano possa fazer um curso que pode aumentar meu salário.


Se você está no cenário que consegue fazer uma reserva mensalmente é importante direcionar o valor para propósitos, para não correr o risco de gastar com outras necessidades eventuais que ocorrerem.


Agora que você já sabe o motivo pelo qual está investindo é importante saber quais são os principais tipos de investimentos, características, referência de rentabilidade, liquidez (disponibilidade), risco e custos.


Para quem está começando a investir sugerimos iniciar por investimentos de renda fixa, independentemente do seu perfil de investidor, pois no começo é bom ter uma reserva imediata, com liquidez diária (disponível) e de baixo risco. Esta reserva pode ser de três a doze vezes sua renda mensal, vai depender de como é a sua renda (fixa ou variável).


Investimentos de renda fixa possuem uma referência de mercado sobre a rentabilidade, neste caso é o CDI, esta referência está sempre muito próxima da SELIC, está é a taxa básica de juros determinada pelo governo, por exemplo a SELIC está em 6,5% ao ano e o CDI 6,4% ao ano, ou seja, seu investimento tem que render pelo menos 100% do CDI ou pelo menos 6,4% ao ano.

Infelizmente a maioria dos grandes bancos comerciais não oferecem investimentos com rentabilidade acima de 100% do CDI, por isso é necessário abrir uma conta em uma corretora de investimento para obter uma rentabilidade mais atrativa.


Para este primeiro passo como investidor você pode investir:

- Tesouro SELIC, acompanha a taxa SELIC, tem liquidez diária (pode resgatar quando quiser);

- CDBs com rentabilidades a partir de 100% CDI com liquidez diária;

- Fundos de investimentos com taxas de administração de até 0,5% ao ano com rentabilidades médias acima de 105% do CDI e com liquidez diária.


Em todos estes casos a rentabilidade será maior que a poupança, mesmo com imposto de renda sobre a rentabilidade, já que a poupança atualmente rende 70% da SELIC.


Para ter acesso a esses investimentos é necessário abrir uma conta em uma corretora de investimentos, segue um link do banco central com o ranking das corretoras disponíveis para comercialização do tesouro direto e com suas respectivas taxas.

http://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro-direto-ranking-dos-agentes-de-custodia


Estes são os primeiros passos para começar a investir, lembrando que no tesouro SELIC, algumas corretoras aceitam como investimento inicial R$ 30,00, por isso faça o mais breve possível a revisão da sua Base orçamentária e comece a investir com pouco valor e com boas rentabilidades.


Caso queira mais informações sobre demais tipos de investimentos e outros valores entre em contato conosco e solicite uma consultoria com um dos nossos especialistas.

0 visualização

© 2018 por Bem Financeiro. Criado por Nave Estúdio Criativo