• Adenias Filho

Como cuidar de seu dinheiro na prática!


Pixbay - Loufre

O pensar em cuidar de seu dinheiro na prática, nos remete, na maioria das vezes, em voltamos no tempo e refletirmos que não tivemos educação financeira no ambiente familiar, nem tão pouco em nossa jornada nos bancos da escola.


Na educação informal, por meio da convivência com familiares, e nem tão pouco na formal fomos orientados a pensar longe (futuro) no que diz respeito ao dinheiro, não fomos contemplados com a ideia e estímulos de que criar patrimônio para que este viesse a gerar renda futura seria uma das melhores opções voltadas a um potencial Plano de Liberdade Financeira (PLF), porém, fomos treinados e educados para trabalhar e pagar contas.


Com a passar do tempo criamos hábitos no trato com o dinheiro e consequentemente de consumo que se tornam crenças que nos paralisam e, aparentemente, julgamos intransponíveis transformando-nos em pessoas mais céticas e críticas com relação ao ambiente externo, sem pensarmos que as causas que nos dificultam a cuidar bem do dinheiro, são mais de caráter interno e podem ser controladas firmemente.


Pesquisas indicam que 95% de nossas decisões nas várias dimensões de no quotidiano estão associadas a aspectos emocionais e, somente 5% por cento a aspectos envolvendo a razão.


Diariamente somos bombardeados com intensivas campanhas de marketing direcionadas a criar necessidades que nem percebíamos que as tínhamos e acabamos sendo impactados em nossas emoções e, muitas vezes, sem titubear sacamos o cartão de crédito ou débito e lá se vão mais alguns Reais (R$) nos desviado de propósitos direcionados a concretizar um Plano de Liberdade Financeira (PLF).


Um dos primeiros passos para cuidar de seu dinheiro na prática é reconhecer que o consumismo poderá ter como consequência o endividamento e que isto é uma realidade na vida pessoal e familiar. A ajuda de um profissional qualificado poderá contribuir na retomada de sua qualidade de vida (emocional, familiar, profissional, etc.).


É o que comumente chamamos de empoderamento financeiro familiar.


Num segundo momento, avaliar com riqueza de detalhes o fluxo de todos os gastos (Siga BEM suas Despesas) sem qualquer julgamento, lhe trará imensos benefícios, pois, por meio desta lupa terá clareza da relevância emocional ou racional de todos os dispêndios num certo período que se dispôs a analisar. Tenha coragem! Reúna a família e não se envergonhe de evoluírem todos ao mesmo tempo.


Tenha sempre em mente que cuidar bem de seu dinheiro não se refere a restringir ao prazer de gastar e comprar bens e serviços, mas sim usar sua inteligência racional para curtir e desfrutar da caminhada apreciando a beleza da vida.


Que tal passarmos a refletir um pouco mais quando nos depararmos com as intensivas campanhas de marketing direcionadas a impactarem nossas emoções?

Boas reflexões!

Autor: Adenias Filho

Cofundador do BEM Financeiro - Desenvolvimento em Finanças. Formado em Administração de Empresas, Pós Graduado pela FGV-RJ, IBMEC em Finanças Corporativa e Amana-Key em Gestão Empresarial. Consultor Financeiro e Palestrante.

13 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

© 2018 por Bem Financeiro. Criado por Nave Estúdio Criativo